Novenas – 29 de Novembro a 7 de Dezembro

As “Novenas”, como resulta do nome, são um conjunto de cerimónias religiosas que consiste em que sejam celebradas nove missas antes de uma qualquer festividade.
O número nicolino das “Novenas”, iniciou-se como sendo resultado da devoção a Nossa Senhora da Conceição (a festividade de Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Portugal a partir do reinado de D. João IV, era já celebrada em Guimarães desde 1329 com grande enraizamento popular) e como um aproveitamento da coincidência de datas uma vez que os nove dias que antecedem o dia de 8 de Dezembro (dia da Imaculada Conceição) entram em pleno período nicolino, razão pela qual os estudantes, também devotos de Nossa Senhora da Conceição, compareciam às nove missas (Novenas) da Senhora da Conceição, munidos dos seus tradicionais apetrechos: caixas e bombos.

Hoje em dia, as “Novenas” realizam-se ainda na Capelinha de Nossa Senhora da Conceição de Fora (ou Capelinha de Azurém), pelas 6.00h. No entanto, em regra, realizam-se apenas por uma vez e não em nove celebrações como antigamente sucedia. Mas neste dia, os nicolinos acordam a cidade desde o Centro Histórico de onde saem, até à Capelinha de Azurém, com o “Toque das Novenas” ao raiar do dia.

Depois da celebração religiosa, os estudantes regressam à cidade ao som do toque das Novenas, dirigindo-se ao Mercado Municipal, onde as vendedoras presenteiam os estudantes com alimentos da mais variada espécie, que são recolhidos pelos estudantes e depois entregues na Casa dos Pobres.

Esta é uma fundamental tradição, reveladora do sentimento altruísta e caritativo dos nicolinos, ao fazerem um peditório de géneros alimentares, somente com o único propósito de o ofertarem aos mais necessitados, sendo aos estudantes retribuído um pequeno almoço na Casa dos Pobres, como justa recompensa pela recolha efectuada. Trata-se de uma tradição infelizmente pouco participada, sobretudo dadas as horas da sua realização, mas que, para quem participa, se converte num momento muito forte de satisfação interior, pela partilha e solidariedade que os estudantes revelam ao partilhar o produto da sua recolha com quem mais necessita.

1999.11 - Novena (2)

©2017 Nicolinas.pt a premium internet solution from Super8

ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?